Ideias para reúso de água vencem Desafio Soluções Sustentáveis

Duas equipes ficaram empatadas no primeiro lugar e foram premiadas. Projetos devem ser implementados ainda neste ano

Dois projetos para reaproveitamento da água venceram a primeira edição do Desafio Soluções Sustentáveis, criado para reconhecer as melhores ideias visando à prevenção ambiental e à promoção da sustentabilidade nas empresas do Grupo – Tevisa, Linhares Geração, PCH Braço, Tropicália Transmissora e Povoação Energia.

As propostas ganhadoras, que ficaram empatadas em primeiro lugar, foram concebidas por times de colaboradores da Tevisa e da LGSA e devem ser implementadas ainda neste ano nessas plantas.

O Soluções Sustentáveis tem por propósito também fomentar o desenvolvimento de alternativas que possam ser utilizadas pelo maior número de empresas do Grupo, promovendo a integração dos colaboradores e inspirando o espírito criativo e inovador de cada um deles.

Por isso, o time vencedor da Tevisa também apresentou seu projeto para os funcionários da LGSA, e a equipe campeã da LGSA fez a rota contrária, saindo de Linhares e indo até Viana para detalhar sua ideia para o pessoal da Tevisa, durante as respectivas edições da Semana Interna de Prevenção de Acidentes de Trabalho (Sipat) das empresas, realizadas em setembro.  Cada um dos autores dos projetos vitoriosos recebeu como prêmio pela conquista um troféu e um relógio de pulso.

Critérios para seleção

Ao todo, 11 propostas foram inscritas e 10 foram apresentadas com seu respectivo projeto no Desafio. A banca avaliadora adotou os seguintes critérios para escolher quem levaria a melhor: a) a ideia; b) a capacidade de replicar o projeto em diferentes usinas do Grupo e no escritório; e c) a relação custo do projeto x impacto (custo-benefício).

“Fizemos um filtro de quais os projetos eram mais assim factíveis e que teriam realmente essa pegada de sustentabilidade. Tivemos projetos também da PCH Braço e do escritório do Rio de Janeiro. O retorno foi muito interessante, pois as pessoas se sentiram muito valorizadas. Agora, com essa iniciativa, que será realizada também nos próximos anos, elas podem falar e mostrar para todo mundo as suas ideias”, pontua a gerente de Meio Ambiente do Grupo, Rafaela Pizaneschi.

Boas ideias, grandes vencedores

A equipe da Tevisa (equipe Raiz) que venceu o Desafio é formada pelos colaboradores Luis Gustavo Soares Ventura, Vanilton de Jesus Silva, João Paulo Alves de Souza, Júlio Zavariz e Roberto Klein. Eles desenvolveram o projeto “Reaproveitamento de água pluvial do telhado da casa de máquinas e área de contenção dos tanques diários”, que defende o reúso da água da chuva, hoje descartada na usina. Assim, será possível também mitigar a utilização dos poços artesianos.

Segundo o projeto, a captação hídrica será feita pelo represamento parcial na saída da galeria pluvial, que recebe a descarga da casa de máquinas A e sala de tratamento, entre outras instalações.

O volume recolhido vai ser transferido por meio de uma bomba submersível para um reservatório de 10 mil litros e, em seguida, para as caixas do sistema de irrigação e/ou para o tanque VFB 901 com o auxílio de uma bomba centrífuga.

“Ficamos muito felizes com esse reconhecimento, com essa vitória. Foi muito bom e gratificante participar do Desafio. A equipe ficou muito motivada, achamos bem interessante a iniciativa. Estamos buscando formas de reaproveitar o maior volume de recursos possível. No ano que vem, queremos participar de novo. Já temos algumas ideias que estamos analisando”, comemorou Luis Gustavo, que é supervisor de Operações da Tevisa.

Da equipe Alpha Team (LGSA), veio o projeto “Reúso de água da estação de pré-tratamento”. A proposta também vitoriosa sugere reutilizar a água que sai da bomba de retrolavagem dos filtros, que hoje é descartada no solo. Além do consumo hídrico mais sustentável, o projeto vai eliminar o encharque do solo que recebe a água da bomba, direcionar o volume hídrico para melhor abastecimento das áreas verdes e substituir o sistema de irrigação manual por um modelo automatizado.

Para isso, será instalado um reservatório com capacidade de armazenamento para 10 metros cúbicos ao lado da estação, para que essa água possa ser reutilizada num processo de irrigação mecânica para as áreas verdes das instalações.

“Temos plantas ornamentais, coqueiros, palmeiras-reais, grama, flores. Vamos poder usar essa água, que já sai bastante limpa, para irrigá-los”, afirma Luizinho Santos, integrante da equipe Alpha, que teve como parceiro nessa empreitada o colaborador Lorival Traspadini.

Para Luizinho, o Soluções Sustentáveis é inspirador, uma frente que abre caminhos e possibilidades para as equipes e para as empresas. “Foi fantástico participar, incrível Inclusive, na minha apresentação do projeto para os colaboradores, pedi para as pessoas colocarem as ideias para fora. Vamos divulgar o que a gente pensa.”

Então, fiquem todos ligados. Uma nova oportunidade para fazer parte do Desafio vem aí. Assim como foi em 2023, a edição do Soluções Sustentáveis 2024 será lançada na Semana do Meio Ambiente, celebrada em junho, informa Rafaela Pizaneschi. “Esperamos ter ainda mais adesão e melhor esse processo. Ouvir o colaborador e suas ideias é fundamental. Vamos avançar nessa frente”, finaliza a gerente de Meio Ambiente.

Publicado por KICK

Compartilhe

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on print
Share on email

Este site não coleta cookies e usa dados pessoais de acordo com o nosso Aviso de Privacidade . Para mais informações, consulte AQUI. Ao continuar navegando neste site, você declara estar ciente dessas condições.