Equipe de Planejamento e Controle Operacional realiza visita técnica ao ONS

Equipe de Planejamento e Controle Operacional. Ramon Santos, Daniel Telles, Fabricio Souza e Uziel Querendo de Oliveira Junior.

Esta semana a equipe de Planejamento e Controle Operacional das empresas (Tevisa, Linhares Geração, PCH Braço, Tropicália Transmissora e Povoação Energia), teve a oportunidade de realizar uma visita técnica ao Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) no Rio de Janeiro. A iniciativa foi realizada pelo gerente da área, Uziel Querendo de Oliveira Junior que convidou os membros de sua equipe, Daniel Telles, Fabrício Souza e Ramon Santos para conhecer o ambiente operacional do ONS, compreendendo de perto suas operações e processos. 

Essa iniciativa permitiu que a equipe obtivesse insights valiosos para uma compreensão mais completa do funcionamento do Sistema Interligado Nacional (SIN) e sua importância no contexto elétrico nacional.

A equipe foi apresentada a instalação e teve a oportunidade de interagir e compartilhar conhecimentos valiosos sobre o papel desempenhado pelo ONS no gerenciamento e controle do sistema elétrico nacional. Através de discussões detalhadas e demonstrações práticas, eles puderam ter uma compreensão mais clara dos desafios e complexidades envolvidos na garantia da estabilidade e confiabilidade do sistema.

A visita proporcionou uma perspectiva sobre a interconexão de diferentes unidades e departamentos dentro do ONS, evidenciando a importância da coordenação e comunicação eficaz para o bom funcionamento do sistema elétrico. A equipe se reuniu com o time de profissionais e compartilharam suas percepções e experiências.

 

Entendendo melhor o ONS e o SIN: 

O ONS é o órgão responsável por monitorar a operação da rede elétrica nacional. Ele coordena e controla as operações relacionadas à geração e transmissão de energia elétrica no SIN. 

O SIN é um sistema de produção e transmissão de energia elétrica do Brasil, por meio de uma malha de transmissão, possibilita que a energia gerada em uma usina – seja ela hidrelétrica, termelétrica e eólica – seja compartilhada e distribuída pelo país.

O SIN possibilita o suprimento de energia do país, enquanto o ONS coordena e controla a geração e distribuição da energia. O ONS recebe informações em tempo real sobre quanta energia está sendo gerada e usada, com base nesses dados, toma decisões para ajustar a produção de energia, para que haja eletricidade suficiente para atender a demanda e evitar apagões.  

*Com base nas informações do ONS

Publicado por KICK

Compartilhe

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on print
Share on email

Este site não coleta cookies e usa dados pessoais de acordo com o nosso Aviso de Privacidade . Para mais informações, consulte AQUI. Ao continuar navegando neste site, você declara estar ciente dessas condições.